Política |21/05/2019 - 10:26 - Paulo Afonso - BA

Vereadora Leda discursa em homenagem a Jane: “Morreu pelas mãos da pessoa por quem mais ela lutou”;

Discurso da vereador Leda Chaves, na sessão de hoje (20), na na câmara em homenagem a sua assessora parlamentar, assassinada pelo filho no último dia 14 de maio.

 

Amor materno é algo que não se define, muito menos se dimensiona. Uma mãe é capaz de abrir mão de si mesma para cuidar de seus filhos, principalmente se alguma coisa ameaça a vida deles.

 

Na semana passada, como já é sabido por todos aqui, perdemos uma pessoa muito especial, cuja generosidade, caráter amável, amizade, dedicação e fé, estarão marcadas para sempre na vida de quem conviveu com ela.

 

Jane perdeu a luta contra as drogas e pagou o preço com a própria vida. Não conseguiu salvar o filho do mundo cruel, violento e desumano das drogas.

 

Aliás, morreu pelas mãos da pessoa por quem mais ela lutou.

 

É tão comum ouvirmos dizer de mães que perdem os filhos para o mundo das drogas. Neste caso, toda um família perdeu a luta. A vida de uma mãe se foi, um filho preso e mais 4 menores, agora órfãos de mãe.

 

As circunstâncias terríveis em que tudo aconteceu, com todos os agravantes possíveis destruíram sonhos e comprometem severamente o desenvolvimento psicológico de quatro crianças que perderam sua mãe para a morte e seu irmão para o crime.

 

Assim como Jane, existem milhares de mães Brasil afora em condições de sofrimento, perdendo seus filhos e até mesmo a sua própria vida, vitimas das drogas.

 

Este meu desabafo é um apelo para que esta Casa faça algo urgente para ajudar as famílias que vivem esses transtornos em nosso município.

 

Podemos iniciar com um levantamento das famílias que vivem nesta situação de risco, trabalharmos em parcerias com as autoridades civis e militares, os poderes públicos e autoridades em saúde para tentarmos evitar outras tragédias deste tipo.

 

O esforço dos amigos não é o suficiente para evitar e muito menos para combater o problema das drogas.

 

Fosse assim, Jane estaria viva pois tinha muitos amigos que a alertavam sobre o perigo que corria.

 

Nós vimos uma mãe lutar sem desistir e perder a luta.

 

O que estava ao seu alcance ela fez e não abriu mão daquele que representava a maior ameaça a sua vida: o seu filho.

 

Eu quero pedir, Senhor Presidente e todos os pares desta Casa, que façamos algo por quem ainda está nesta luta. Criemos instrumentos e mecanismos para socorrer e proteger famílias que passam pelo enfrentamento às drogas e outros vícios.

 

Eu deixo este pedido aqui registrado. Sei que nada mudará o que aconteceu, mas podemos mudar o futuro de muitas famílias.

 

Jane era uma linda pessoa, cheia de vida e alegria contagiante mesmo em meio a uma vida árdua de luta diária para salvar um filho e proteger quatro.

 

Toda a nossa equipe está extremamente triste e abalada. Graças a Deus, a minha equipe sempre conviveu harmonicamente e com muita amizade entre si.

 

A falta de Jane está sendo dolorosa e aos poucos estamos tentando retomar os trabalhos do dia a dia.

 

No dia em que esta Casa comemorou o dia das mães com um café para as assessoras e funcionárias, Jane recebeu dois presentes  por ser a mamãe com o maior numero de filhos.

 

A sua alegria era contagiante. A única coisa que ela cobrava dos amigos era: Ore por mim.

 

Três dias após o evento que celebrou o dia das mães nesta Casa, Jane foi brutalmente agredida e assassinada pelo próprio filho, viciado em drogas. Tudo que ela pode fazer para ele ter tratamento, ela fez. Por isso, esta luta não pode ser de uma mãe. Tem que ser da sociedade e dos poderes públicos. Só assim, é possível um confronto com garantia de vitória.

 

O saldo desta tragédia é cruel: Uma mãe se foi, um filho criminoso preso e quatro crianças que eram extremamente apegadas à mãe, hoje estão  psicologicamente comprometidas, dentre as quais uma que presenciou o crime.

 

A dor é muito forte. Tínhamos uma amizade de muitos anos. A equipe tentando buscar forças um na amizade do outro. As saudades serão eternas e a lição de fé que ela deixou nos servirá como grande exemplo.

 

Viveu lutando pra salvar a vida do filho e morreu lutando com o filho para salvar a sua própria.

 

Não deixemos que esta perda não nos ensine e nos force a fazer algo pelas famílias que passam pela mesma luta. Em memória de Jane, eu faço este pedido.

 

Cremos em um Deus que sabe todas as coisas e buscamos amparo em sua Palavra. Que a gente possa superar essa dor praticando ajuda às famílias que passam por esse problema e que peçamos força ao nosso Poderoso Deus.

 

Jesus, sim! Este Nome tem Poder. O homem nada pode sem Ele.

 

Leda Chaves (Vereadora)



pa4


Notícias Anteriores --> Política

Curta Nossa Página!!

Frase da Semana

pauloafonso.com

Paulo Afonso - BA
O pauloafonso.com informa que não tem vínculo político nem partidarista, bem como é imparcial na veiculação das matérias, banners publicitários e notícias publicadas.

Copyright @pauloafonso.com. Todos os direitos reservados.
Avenida Getúlio Vargas, S/N, Centro, Paulo Afonso - BA, CEP 48601-000