Política |25/09/2019 - 13:26 - Paulo Afonso - BA

Governo Bolsonaro libera R$ 16 milhões para Canal do Sertão

Dos R$ 60 milhões que o governo Federal empenhou em julho passado para a continuação das obras do trecho quatro do Canal do Sertão, liberou apenas R$ 16 milhões. A informação foi revelada pela assessoria de Comunicação da Odebrecht Engenharia & Construção. A empresa soube da liberação pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, que vai encaminhar o montante do custeio da obra para a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra). Esta, por sua vez, ao receber a verba, deverá fazer o repasse à construtora.

 

O trecho quatro do canal entre os municípios de Igreja Nova e São José da Tapera tem custo previsto em R$ 90 milhões, dos quais R$ 30 milhões foram repassados no início do ano. Este perímetro é de 30 quilômetros de extensão. 87% da obra foi concluído, segundo explicou o engenheiro responsável Pedro Leão. O valor liberado corresponde a pouco mais da metade do total da dívida relativa a serviços já executados.

 

Em matéria publicada neste final de semana, pela Gazetaweb e Gazeta de Alagoas, o engenheiro responsável pela construção do trecho quatro do Canal do Sertão explicou que já estão prontos e com água 110 quilômetros do canal. O projeto original prevê a construção de 250 quilômetros de canal cortando o Sertão e o Agreste, até o município de Arapiraca.

 

Até o final do ano passado, o canal empregava cerca de 800 empregados. Por conta dos atrasos no repasse, a empresa foi obrigada a promover demissões em massa. Hoje estão trabalhando cerca de 200 operários. No último dia 13, trabalhadores e desempregados fizeram um protesto na AL-220, no município de São José da Tapera, para chamar a atenção do desempregado e cobrando a continuação da obra que, além de reduzir o drama da longa estiagem no semiárido, hoje é alternativa de trabalho para os sertanejos. A obra entrou num ritmo crítico e anda lentamente, revelaram os manifestantes.

 

A construtora, na nota divulgada, afirma que, “apesar dos desembolsos não acompanharem o ritmo das obras, estas seguem sem ser paralisadas integralmente. Porém, com as adequações de ritmo e mão de obra necessários aos recursos existentes”.

 

A empresa ressalta também que “a equipe destacada segue comprometida em concluir o quanto antes o projeto em benefício da população alagoana, especialmente do sertanejo, que tanto espera a chegada da água para sua subsistência”. Até agosto passado, a conclusão do trecho quatro estava previsto para o final de 2020, mas fontes da empresa dizem que tudo depende da continuação dos repasses federais.



pa4


Notícias Anteriores --> Política

Curta Nossa Página!!

Frase da Semana

pauloafonso.com

Paulo Afonso - BA
O pauloafonso.com informa que não tem vínculo político nem partidarista, bem como é imparcial na veiculação das matérias, banners publicitários e notícias publicadas.

Copyright @pauloafonso.com. Todos os direitos reservados.
Avenida Getúlio Vargas, S/N, Centro, Paulo Afonso - BA, CEP 48601-000