Política |23/07/2012 - 08:05 - Paulo Afonso - BA

Concursado dispara contra Anilton e diz: Vencemos, mas não levamos!

Divulgação Concursados

É de causar indignação a forma como os cidadãos de Paulo Afonso encaram a questão da desobediência desse prefeito, frente às diversas ordens judiciais que já determinaram, veementemente, que se iniciassem as nomeações dos aprovados no concurso público realizado em 2008.

Não quero dizer com isso que passem a odiar o referido, mas que expressem, na forma que acharem mais conveniente, o seu desagrado com a desobediência deste às determinações judiciais. Ele simplesmente está se revelando um transgressor das leis brasileiras, e o povo acha isso muito normal, muitos até vangloriam este cidadão taxando-o de todo poderoso, o "moral" que não obedece a justiça e nada acontece. Sem sombra de dúvidas, a justiça em Paulo Afonso está totalmente arranhada, desgastada e caiu no descrédito de boa parte da população. VERGONHOSO!

Esse é um processo muito perigoso, ao passo em que as pessoas que presenciam tal desobediência passam a desacreditar e até a zombar da justiça. Por que não dizer, outros irão copiar a procedência desse cidadão, vindo, futuramente, a desobedecer crendo que nada acontecerá com ele.

Eu tenho uma pergunta simples pra você, cidadão de Paulo Afonso: E SE FOSSE VOCÊ? Um filho seu? Um amigo muito necessitado com família para manter? Um pai? Uma mãe que tivesse sido aprovado no concurso na forma da lei e, por questões puramente políticas, seu direito fosse negado com todas as forças? E não adianta dizer, especialmente os seus apadrinhados, que o concurso foi ilícito. Para os que não sabem, para que a justiça tome qualquer decisão, eles primeiro analisam toda documentação, ouvem as partes e só depois divulgam o parecer e a determinação, tudo isso baseado na análise dos documentos e no argumento das partes. VENCEMOS! Mas não levamos. Um direito adquirido democraticamente, e agora assegurado pela "justiça", não nos foi atribuído.

Indignação, insegurança, incerteza e uma perspectiva sombria dos rumos que a nossa cidade irá tomar, são os sentimentos que nos toma, hoje, o peito e o coração. Um futuro incerto, recheado de estórias que nos revelaram que não estamos seguros perante pessoas que, temporariamente, detém o poder em suas mãos, usando-o contra o povo e não para benefício do povo.

"O poder emana do povo e por ele será exercido", só que o povo não sabe. Vivemos num estado de vulnerabilidade social, onde, os que estão com poder nos manipulam com mais facilidade. Ainda dá tempo de mudar, mas o povo tem que saber que cada um possui um "pedaço" desse poder, o nosso voto. Juntos, eles formam um poder que deveria se reverter em benefício para o povo, mas, este está sendo usado contra o povo e em favor de uma minoria.

Reflitamos de forma imparcial sobre esse episódio que a nossa cidade vive hoje. Uma situação que atinge e aflige uma pequena parcela da população, mas, no futuro, essa parcela pode mudar de endereço e atingir você, que hoje repudia o nosso movimento (concursados) e nos taxa de adjetivos inimagináveis à pessoas que buscam a garantia dos seus direitos. Pense nisso, pense assim: E SE FOSSE VOCÊ?

 

Nome: Antonio Cícero

E-mail: gcicero48@yahoo.com.br

 

Mensagem: PARA REFLETIR



Ozildo Alves


Notícias Anteriores --> Política

Curta Nossa Página!!

Frase da Semana

pauloafonso.com

Paulo Afonso - BA
O pauloafonso.com informa que não tem vínculo político nem partidarista, bem como é imparcial na veiculação das matérias, banners publicitários e notícias publicadas.

Copyright @pauloafonso.com. Todos os direitos reservados.
Avenida Getúlio Vargas, S/N, Centro, Paulo Afonso - BA, CEP 48601-000