Geral |09/08/2019 - 08:48 - Paulo Afonso - BA

Jovem de 24 anos faz desabafo emocionante ao decidir deixar Paulo Afonso por falta de Trabalho

Uma mensagem publicada no Facebook por uma garota de 24 anos, com declarações de amor a Paulo Afonso, e ao mesmo tempo de desabafo em ter que ir embora da cidade por falta de oportunidades de trabalho, está sensibilizando internautas nas redes sociais. Danny Andrade, 24 anos, relatou que escreveu a mensagem com lágrimas nos olhos e que já está de passagem comprada para o dia 31 de agosto.

 

O texto bem redigido pela jovem, que é mãe de uma filhinha, vem carregado de emoção. Em um trecho, ela diz: “Todo o meu desespero para chegar a desaparecer, não foi depressão a palavra certa, foi desespero de saber que eu tenho uma filha que depende de mim, de saber que eu moro de aluguel e no final do mês eu tenho que ter meu dinheiro para pagar o aluguel e bancar a minha casa, afinal apesar de ter 24 anos, eu tenho uma família e eu tenho uma despesa completa sem tirar nem por.”

 

Veja a íntegra abaixo. E se você tem condições de ajudar a Danny a conseguir um emprego para que ela continue na cidade que tanto ama, os contatos estão no fim da matéria:

 

Ir embora de Paulo Afonso com uma filha de 4 anos de idade não era o que eu queria, mas eu não encontro oportunidade nessa cidade.

“E o que falar sobre mim? A vida não tem sido muito generosa comigo, mas ainda assim não posso reclamar, só tenho a agradecer de coração apesar de tão jovem com história de vida tão triste que se eu contar para vocês tenho certeza que choram comigo.

 

Aos 14 anos resolvi ter um relacionamento sério, esse relacionamento durou 8 anos. Formamos família, tivemos filhos, eu não gostaria que acabasse, mas acabou, então segui em frente, e graças a Deus consegui me erguer, na realidade não era o que eu queria, porque quando casei, casei para viver aquele pra sempre sabe?



 

Só que ele não existiu, pelo menos não na minha vida, minha infância não foi nada fácil passei fome, frio e noites e noites pensando o que seria da minha vida. Decidi estudar e fazer a diferença mudar a minha realidade, então me formei com a graça do senhor Jesus sou técnica da construção civil, mas ainda não era o suficiente, procurei ganhar conhecimento fazer cursos para ter um currículo bom, mas enfim parece que nada disso foi suficiente.

 

Ao escrever esse texto molho o meu celular com lágrimas. Porque a vida é tão difícil? Esforcei-me tanto para chegar até aqui e não conquistei nada, hoje tenho uma filha que é totalmente dependente de mim, tenho minha mãe que sempre sonhei em ajudá-la, mas ainda não consegui, mesmo sendo tão esforçada e tão guerreira não consegui.

 

Aos 8 anos de idade saímos de São Paulo com a minha família e viemos morar na cidade de Paulo Afonso uma cidade que exige que você tenha experiência, mas que não dá oportunidade de você ganhar experiência, uma cidade que não abre as portas para que os jovens possam crescer. Apesar de amar Paulo Afonso comprei uma passagem para 31 de agosto esse mês.

 

Danny Andrade vendendo picolé em frente ao cemitério do BTN (Dia de Finados em 20018). Foto: Cortesia PA4.COM.BR

Estar indo embora de um lugar que eu não pretendia sair tão cedo. Que cidade é essa? Que não me dá oportunidade de ajudar as pessoas que eu amo…. Quem me acompanha nas minhas redes sociais, vê que eu não tenho frescuras para trabalhar, eu trabalho do que for mesmo não estando dentro da minha função. Vendo picolé, vendo coxinha, vendo pastel, vendo maquiagem, vendo roupa, trabalho panfletando, faço o que for preciso pois tenho uma filha e uma família que depende de mim.

 

As pessoas me perguntam, você não tem vergonha? Às vezes eu tenho! Mas na condição que eu me encontro, não tenho nem tempo para pensar em vergonha, sabe? Claro que eu gostaria de estar em um cargo dentro da minha função, pois passei anos da minha vida estudando para alcançar esse objetivo, mas a essa cidade não me dar condições, nem de fazer uma faculdade que era meu sonho.

 

Apesar de tão jovem e bonita como vocês falam, a minha beleza não me fez chegar a lugar nenhum, aí as pessoas perguntam: Dani porque você sumiu? Você está depressiva? Não tem como não se sentir triste em uma cidade que não valoriza os jovens, que não abre portas de emprego.

 

Nos vídeos abaixo, Danny mostra disposição vendendo salgados na feira e nas ruas de Paulo Afonso:

 

 

Tocador de vídeo
00:00
00:04

 

 

Tocador de vídeo
00:00
00:15

 

 

Tocador de vídeo
00:15
00:15

 

 

Tocador de vídeo
00:00
00:15

 

 

 



 

Todo o meu desespero para chegar a desaparecer, não foi depressão a palavra certa, foi desespero de saber que eu tenho uma filha que depende de mim, de saber que eu moro de aluguel e no final do mês eu tenho que ter meu dinheiro para pagar o aluguel e bancar a minha casa, afinal apesar de ter 24 anos, eu tenho uma família e eu tenho uma despesa completa sem tirar nem por.

 

Algumas pessoas falam que quem não arruma emprego em Paulo Afonso é falta de interesse, quando for falar isso abra exceções, porque nem todos são assim e eu sou a prova viva de que eu faço de tudo para correr atrás de um emprego fichado. Passei quatro dias seguidos, andando naquele centro igual doida para ver se arrumava alguma coisa, e o que arrumei panfletagem para dentista e alguns bicos, mas oportunidade nada, entrei em vários sites procurando emprego, lá tinha vários anúncios sobre emprego só que todos eles requerem no mínimo 6 meses de experiência.

 

Danny Andrade, 24 anos. Foto: Cortesia PA4.COM.BR

Como é que você quer que eu tenha experiência se você não me dá oportunidade de aprender? Essa é a pergunta que eu gostaria de fazer para algumas empresas, me desculpem pelo texto isso é apenas um desabafo porque estou cansada sabe? Ir embora de Paulo Afonso com uma filha de 4 anos de idade não era o que eu queria, mas eu não encontro oportunidade nessa cidade.

 

Então vou ter que sofrer no mundo lá fora e o pior de tudo isso: a minha filha vai sofrer junto comigo.  É o que eu menos queria. A única coisa que eu peço é muda #PauloAfonso.



 

Vocês não imaginam o quanto vai ser difícil para mim largar minha mãe, minha família e enfrentar o mundo sozinha. Apesar de ser uma mulher forte, me sinto uma menina, sem chão e tudo isso por causa de uma cidade de merda.

 

Saibam que esse também é o motivo de muitos hoje estarem com depressão: a falta de emprego faz isso, deixa as pessoas tão desesperadas a ponto de tirar as próprias vidas. Só tenho de agradecer a Deus por tudo, até por todas as coisas difíceis que eu tenho enfrentado, pois todas elas só têm me dado força para que eu me torne cada dia uma mulher mais determinada.

 

Escreve aí vocês que estão lendo esse texto, eu irei vencer com ajuda de Paulo Afonso ou não eu irei vencer porque o Deus que cuida de mim Ele não dorme e Ele vê todas as coisas lá de cima e Ele tem visto as minhas lutas e todo o meu esforço e dedicação, hoje esse texto escrito sobre muita tristeza e lágrimas, mas um dia escreverei contando a minha vitória, em nome de Jesus.”

 

Contatos:

Danny Andrade, 24 anos.

(75) 9-8811-6023
(75) 9-8849-9097/Zap

 

 



pa4


Notícias Anteriores --> Geral

Curta Nossa Página!!

Frase da Semana

pauloafonso.com

Paulo Afonso - BA
O pauloafonso.com informa que não tem vínculo político nem partidarista, bem como é imparcial na veiculação das matérias, banners publicitários e notícias publicadas.

Copyright @pauloafonso.com. Todos os direitos reservados.
Avenida Getúlio Vargas, S/N, Centro, Paulo Afonso - BA, CEP 48601-000